sábado, 20 de agosto de 2011

Samurai X - Rurouni Kenshin (1996)

Samurai X ou Rurouni Kenshin - Meiji Kenkaku Roumantan - (em japonês: るろうに剣心 -明治剣客浪漫譚-, Kenshin, o andarilho - Crônicas de um Espadachim da Era Meiji?) é uma série de mangá criado pelo artista Nobuhiro Watsuki e posteriormente adaptado em anime.

A série, ambientada nos primeiros anos da Era Meiji no Japão, conta a história de Kenshin Himura um pacifico espadachim que prometeu nunca mais matar. Entretanto, seu passado como retalhador a serviço da Ishin Shishi fará o jovem Himura bradar novamente sua espada contra velhos e novos inimigos.

O mangá foi publicado originalmente na revista japonesa Shonen Jump. O trabalho completo rendeu 28 volumes encadernados.

O anime chegou ao Brasil no final de 1999, trazido pela Columbia Pictures (distribuidora internacional) e foi exibida pela Rede Globo até meados de 2000, com várias cenas cortadas, episódios pulados e sem o final. Em setembro de 2000 a emissora por assinatura Cartoon Network passou a exibir a série, exibindo-a até o final, a qual foi concluída em maio de 2001. Em setembro de 2001 ainda exibiu o longametragem da série, Rurouni Kenshin: Ishin Shishi no Requiem. A série ainda é reprisada com regularidade pelo canal.

O mangá foi publicado no Brasil a partir de maio de 2001 pela Editora JBC em 56 volumes (cada um sendo metade do original tankōbon), mantendo o formato de leitura japonesa. De início mensal, a partir da edição 5 o mangá passou a ser quinzenal até sua conclusão em novembro de 2003. O capítulo especial A Sakabatou de Yahiko foi lançado pela mesma editora em 10 de Julho de 2004, durante um evento Anime Friends. A editora também lançou em novembro de 2004, o Kenshin Kaden, uma enciclopédia da série.

Foi anunciado em Abril de 2011 pela revista Jump Square(Publicação semanal da editora Shueisha) que está em produção uma nova série de anime para a obra. Ainda sem prévia de lançamento.

Enredo

Durante 10 anos Kenshin vagueou pelo Japão até encontrar abrigo no Dojo Kamiya, onde a jovem Kaoru Kamiya lecionava kendo no estilo Kamiya Kashin (Espada para a Vida). A errante caminhada do jovem ronin tinha um propósito: A expiação pelas inúmeras mortes que causara durante o Bakumatsu (fim do bakufu/shogunato) quando era um hitokiri (assassino retalhador) a serviço da Ishin Shishi (monarquistas que desejavam a restauração do governo para as mãos do imperador) do feudo de Choushuu. Nessa época, Kenshin ficou conhecido como "Hitokiri Battousai" (人斬り抜刀斎 - Battousai, o retalhador) por sua grande habilidade com o Battoujutsu. Mesmo com a vitória dos monarquistas que culminou na derrubada do Xogunato Tokugawa, dando origem a Era Meiji, Kenshin, arrependido pelas inúmeras vidas que tirou, decide nunca mais matar. Mesmo terminando sua longa jornada, o ex-hitokiri terá de brandir novamente sua sakabatou (espada em que a lâmina encontra-se no dorso) para enfrentar novos e velhos inimigos.

Vale ressaltar que Kenshin, em nenhum momento de sua vida foi samurai. Entre as classes de guerreiros do Japão feudal, Kenshin ficaria melhor definido como um ronin ou "rurouni" que segundo Watsuki, significa "andarilho" (a palavra "rurouni" não existe propriamente em japonês; na verdade é um trocadilho do autor com a palavra ronin), portanto o título da série poderia ser traduzido como "Kenshin, o andarilho".

Personagens

Grupo de Kenshin (Kenshingumi)

+Kenshin Himura (緋村剣心) - Seu nome de batismo era Shinta (Espírito livre) nasceu em 20 de junho de 1849. Aos seis anos foi vendido à mercadores de escravos logo após a morte dos seus pais, vítimas da cólera. É resgatado e adotado por Seijuurou Hiko, que o rebatiza de Kenshin ("coração da espada") e passa a treiná-lo no estilo Hiten Mitsurugi de kenjutsu.
Aos 14 anos abandona o mestre para se juntar a uma facção monarquista de Choushuu, tornando-se um assassino sob ordens diretas de Kogorou Katsura, acreditando que uma nova era melhoraria a vida da população em geral. Durante esse período, passou a ser conhecido como Hitokiri Battousai por sua extrema habilidade na arte do battoujutsu. Kenshin permanece no cargo de assassino até o Kinmon no Hen (Guerra dos portões da cidade proibida), quando o alto comando da Ishin Shishi é obrigado a fazer uma retirada estratégica. O jovem Battousai muda-se para um vilarejo nos arredores de Kyoto onde permanece por cinco meses. Nesse período contrai matrimônio com Tomoe Yukishiro. O casamento dura até dezembro de 1864, quando Kenshin mata Tomoe acidentalmente durante uma emboscada armada por ninjas ligados ao Xogunato. Após a morte da esposa, Battousai retorna aos campos de batalha, saindo das sombra e lutando na frente de batalha em Kyoto, enfrentando por muitas vezes os membros da Shinsengumi. O lendário assassino monarquista foi visto pela última vez durante as batalhas de Toba e Fushimi, as primeiras da Guerra Boshin (que marcou o fim do Xogunato). Pouco depois de sair do campo de batalha, ganha uma sakabatou de Shakku Arai, famoso forjador de espadas. Kenshin abandona a alcunha de Battousai e passa a vagar pelo Japão até o ano 11 da era Meiji (1878), quando se instala no dojo de Kenjutsu de Kaoru Kamiya, com quem se casaria anos depois.
As bases para a criação do protagonista de Rurouni Kenshin foram extraídas das biografias de Gensai Kawakami, um hitokiri verdadeiro considerado um dos quatro principais retalhadores do Bakumatsu. Kawakami, mestre no estilo de kenjutsu Shiranui Ryuu (Fogo Fátuo) era descrito como magro, de baixa estatura e gentil o suficiente para ser confundido com uma mulher. Foi executado pelo governo Meiji em 1871.

+Kaoru Kamiya (神谷 薫) - Líder do dojo Kamiya e mestra substituta do Kamiya Kashin Ryuu. A jovem shihandai (mestra substituta) nasceu em junho de 1862, na província de Chiba. Trabalhando sob a filosofia “Katsu jin Ken” (Espada para a vida) a “Miss Kenjutsu” leciona seu estilo marcial no dojo que pertence a sua família. Perdeu a mãe ainda criança e seu pai, mestre no estilo, morreu durante a Guerra Seinan (1877). É de personalidade gentil, afável, mas muito rígida quanto aos treinamentos. No ano 11 da era Meiji (1878) após o caso dos irmãos Hiruma, Kaoru passa abrigar Kenshin Himura, o lendário hitokiri Battousai em seu dojo. Pouco depois, adota Yahiko Miyoujin como discípulo. Alguns anos depois casa-se com Kenshin, tendo um filho com ele, batizado de Kenji.
Segundo o autor, as influências para a criação personalidade de Kaoru Kamiya foram Sanako Chiba (a “namorada de Ryouma Sakamoto”) e Fuyu Sasaki, que aparece no livro Kenkaku Shoubai de Shoutaro Ikenami.

+Sanosuke Sagara (相楽佐之助) - O melhor amigo de Kenshin foi ex-membro júnior do Sekihoutai, um exército formado por camponeses, liderados por Souzou Sagara. Aos sete anos abandou a família para se juntar ao grupo. No final do Bakumatsu, acompanha a traumática dissolução do grupo, por ordem governamental, sob a acusação de ser um falso exército imperial e por propagar mentiras sobre o novo governo. O líder Souzou foi decapitado, o que era considerada a mais desonrosa forma de execução no Japão. Sanosuke adota o sobrenome Sagara e a inscrição do "Aku"(Mal/Mau) nas costas e passa a vagar pelo Japão como Kenkaia Zanza(Zanza, O Lutador de Aluguel), "comprando brigas" para quem estivesse disposto a pagar, sempre carregando um profundo sentimento de ódio contra os monarquistas. Por um período ficou conhecido como Zanza(Amigo da Zanbattou). Passa a integrar o "grupo Kenshin" após ser derrotado por ele, nos primeiros capítulos da série.
O personagem foi baseado em uma pessoa real, Sanosuke Harada, lider de um dos batalhões do Shinsengumi. A jornada de Sanosuke Sagara pela Ásia continental é uma referência há algumas lendas sobre Sanosuke Harada, que teria sobrevivido ao Bakumatsu e viajado pela região.

+Yahiko Myoujin (明神 弥彦) - Descendente de uma família de samurais, o jovem Yahiko é descrito como mal educado e boca suja, mas de personalidade reta. Perdeu seus pais quando pequeno e desde então passou a trabalhar para mafiosos como trombadinha. Foi resgatado por Kenshin e desde então treina no Dojo Kamiya no estilo Kamiya Kasshin. Volta e meia tem alguma briga com Kaoru, a qual chama de "feiosa". Ao final da série, assume a Sakabatou de Kenshin e o "Mal" nas costas de Sanosuke.Vive brigando com o pequeno filho de Kenshin(Kenji).
Segundo o autor, não houve bases para a criação do personagem, apenas o seu espírito juvenil durante o periodo em que praticou Kendo na escola (esporte em que confessa ser medíocre).

+Megumi Takani (高荷 恵) - Médica descendente de uma conceituada família de "Goten-I" (médico palacial) da região de Aizu. Durante a Guerra de Aizu (1868), membros da família Takani foram enviados para o campo de batalha para tratar dos feridos. Ryuusei, patrono da família e pai da Megumi, morreu em batalha. A mãe e os irmãos de Megumi desapareceram. Deixada para trás, Megumi permaneceu sozinha por algum tempo até arrumar emprego como assistente de um médico, sem saber que ele trabalhava para o traficante Kanryuu Takeda como fabricante de ópio. Durante uma discussão, o médico foi morto por Kanryuu e Megumi teve de assumir a função de fabricar a droga, até que Kenshin e seus amigos a resgatam. Desde então passou a trabalhar como médica no consultório do doutor Oguni em Tóquio. Ao final da saga Jinchuu se muda para Kyoto.
Seu traço foi baseado em Young Ba-tchan, personagem de Cyborg Jiichan G, de Takeshi Obata.

+Seijuurou Hiko (比古 清) - "Confiança que beira o absurdo", assim pode ser definido o 13º e último representante do Hiten Mitsurugi Ryuu. Vivendo nas montanhas próximas a Kyoto, o mestre de Kenshin disfarça-se com o nome de Kakunoshin Niitsu e ganha a vida como oleiro. Hiko nasceu na região de Kyoto em outubro de 1836. Adota o jovem Shinta (rebatizado de Kenshin) em 1859, mas divergências sobre as batalhas do final do Bakumatsu causam separação entre mestre e discípulo. A relação só voltaria a ser reatada durante a batalha de Kyoto quando o "discípulo tolo" vai implorar para que Hiko ensine o “Ougi” (técnica secreta) do estilo Hiten Mitsurugi. É considerado pelo próprio autor como o personagem mais forte de Rurouni Kenshin.
Segundo Watsuki, não houve bases para a personalidade de Hiko, apenas a imagem que a palavra "mestre" lhe evocou. Já as bases visuais foram do personagem Hiken Majin, da série Arabian Lamp Lamp, de Takeshi Obata. O visual da capa foi inspirado no Spawn. Ainda de acordo com o autor, é o personagem mais forte da série e funciona como uma espécie de "coringa". Por conta disso aparece pouco na série. Derrotou o gigante Fuji com um só golpe e é "apreciador" frequente de sake. No OVA Seisohen, treinou Kenji Himura.

Inimigos

+Jin-E Udou, o Chapéu Negro (ou Kurogasa ep. 6 e 7) - Do estilo Nikaidou Heihou, Jin-E foi o primeiro grande inimigo que Kenshin enfrentou na série. Tem uma técnica chamada Shin no Ippou ("Espírito Unilateral"), uma técnica real, que consiste de uma energia disparada de seus olhos, paralisando seus adversários. Depois do encontro com Kenshin na mansão do senhor Tani, seqüestra Kaoru com o intuito de deixar Kenshin furioso e assim fazer com que volte a ser Battousai, o que consegue no meio do segundo confronto. Depois de ter seu braço inutilizado pelo Battoujutsu de Kenshin, se suicida. Por trás dele estava o político Shibumi, o que é descoberto na saga de Saitou.

+Raijuuta Isurugi (ep.19-21) - Do estilo Shinko, Raijuuta pretendia no mangá reunificar todos os estilos de Kenjutsu, já que acreditava que o Kenjutsu estava decadente e achava o Kenjutsu com shinai vergonhoso. Já no anime pretendia conquistar o Japão junto com um grupo de samurais. Tinha como "discípulo" o garoto Youtarou Tsukayama. Na verdade, Raijuuta o utilizou para arrecadar fundos para seus projetos, tanto no anime quanto no mangá.

+Hajime Saitou (ep.28-62) - Ex-capitão da terceira divisão do Shinsengumi e rival de longa data de Kenshin (com quem lutou várias vezes no passado). Antes da saga de Kyoto trava uma luta mortal contra Kenshin, porém nas lutas contra Shishio e Enishi luta ao seu lado. Usa como técnica o Gatotsu (perfuração da presa). Tem como filosofia o Aku Soku Zan(o mal imediatamente eliminado). Baseado em uma figura real da história japonesa.

+Akamatsu (ep.28-30) - Assassino a serviço de Shibumi e antigo companheiro de Jin-E Udou. Tem um ataque especial com correntes. Após lutar e perder para Kenshin, foi morto por Saitou junto com Shibumi. Personagem baseado no Ômega Vermelho (Omega Red), vilão das revistas dos X-Men.

+Shibumi (ep.28-30) - A pessoa por trás de Jin-E Udou. Além dele, Akamatsu também o servia como assassino. Foi morto por Saitou junto com Akamatsu.

..e outros mais.

Anime

A série de TV, que se passa durante os primeiros anos da Era Meiji e mostrando o começo de um romance entre Kenshin Himura e Kaoru Kamiya. De um total de 94 episódios (mais um especial), a série em anime é dividida em três sagas, com os 27 primeiros episódios formando a saga de Tokyo, seguidos pela saga de Kyoto (ou de Shishio), que se estende do episódio 28 ao 62. Os episódios restantes (63-94) não são baseados no mangá original, sendo criação original do estúdio.

Um filme (Rurouni Kenshin: Ishin Shishi no Requiem), o qual mostra a história de Takimi Shigure.

Samurai X foi emitido em Portugal pela TVI.